raquelkogan
futuro do pretérito (com Lea van Steen)


2014

 

sistemas ecos 2014
file 2015

futuro do pretérito
vídeo - instalação interativa 2014

Futuro do pretérito: responsável pelas hipóteses, pelo incerto, suposições, para falar de um acontecimento futuro em relação a outro, já ocorrido; tempo das possibilidades. Também conhecido como condicional; traduz de uma forma polida e atenuada de expressão, portadora de um desejo não tão claro e determinado, mesmo quando querem manifestar um real desejo, uma busca de resposta concreta. Para tal hipótese, todavia, se o intuito é que os ouvintes prestem efetiva atenção ao que está sendo falado; um fato que poderá ou não ocorrer dependendo da condição.

A vídeo instalação interativa futuro do pretérito através de óculos customizados nos transporta ao universo do visitante. Os óculos revestem o campo de visão do visitante. Ao caminhar pelo espaço, ele vê o que está atrás de seu corpo (através dos espelhos retrovisores), ouve uma intervenção sonora ao mesmo tempo que filma as imagens diante de si. Neste jogo invertido de direções, em que caminhar torna-se uma experiência de estranhamento do entorno, e um gesto de captura do ambiente, as artistas convidam o público a investigar o lugar onde a obra acontece. Ampliando visões e produzindo memórias dos percursos pelo espaço, a obra coleciona pontos-de-vista sobre o lugar. Os resultados são exibidos numa projeção que funciona como um espaço mnemônico deslocado. As cenas vistas pelos visitantes remetem ao passado do espaço por onde circulam, e às memórias de um percurso específico feito por um caminhante com o campo de visão ao mesmo tempo ampliado e bloqueado. Sobreposição de tempos e trânsitos que acumulam formas de ver.
past future
interactive vídeo-installation 2014

past future: responsible for hypotheses, for the unsure, suspicions, speaking about one future event relative to another that has already taken place; time of possibilities. Also known as conditional; translates into a polite and tempered form of expression, carrying neither a very clear nor very determinate desire, even when wanting to manifest a real desire, a search for a concrete answer. For such hypothesis, however, if the intent is for the listeners to pay effective attention to that which is being said; a fact that could or not occur depending on the condition.

past future is an interactive video installation made possible through customized glasses that transport us to the visitors Universe. In this project interactors have special glasses that increment their field of vision. When walking, they can see what is behind their bodies (through rear mirrors), while simultaneously they film the images in front of them, listening a customized sound that takes the reality sound away. In this inverted game of directions, where walking becomes an experience of strangeness with the surroundings, and a gesture of capturing the environment, the interactors investigates the places where they are passing by. Enlarging visions and producing memories of travels through space, the work collects different points of view about different places, as a displaced mnemonic. The scenic views recall the past of the spaces circulated and specific routes taken by public where the field of vision is simultaneously increased and blocked. Overlaying of times and transits that accumulated forms of seeing and projection.